terça-feira, 29 de dezembro de 2009

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Fitoestrogênio

Pouco pode... Para deixar a vida “extremamente mais leve”, suponho, a Universidade de Extremadura, na Espanha realizou um estudo que constatou que o fitoestrogênio, um dos principais componentes da cerveja, aumenta a densidade dos ossos femininos, prevenindo o organismo de doenças ósseas. A substância é um hormônio que tem ação semelhante ao do estrogênio no organismo feminino e pode ser encontrado em diversos alimentos como a soja e a cevada, por exemplo. Participaram da experiência 1.700 voluntárias, com idades médias de 48 anos, consumidoras “leves" ou "moderadas" de cerveja, que ingerem em média cerca de 280 ml de suco de cevada por semana. Ou seja, um pouco mais que uma latinha – da pequena. É ai que o bicho pega...

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Caiu na rede, nem tudo é peixe

A secretaria de Segurança Institucional da Presidência – GSI avalia que do total de hakes que buscam informações na web, 70% vai atrás de dados das contas bancárias, 15% procuram informações pessoais e 10% tentam roubar informações da rede do Ministério da Justiça - INFOSEG, que armazena dados das secretarias estaduais de Segurança Pública e da Justiça.

Ainda segundo a GSI, o incidente mais sério sofrido pelos sistemas federais envolveu uma quadrilha do Leste Europeu, que entrou no servidor de órgão público, trocou a senha e pediu 350 mil dólares para devolvê-la.

A GSI só não disse se a quantia foi paga.

Fonte: “em questão” – Presidência da República

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Barca Brasília

Faltou a foto...

Na Esplanada...

A ex-ministra Marina finalmente saiu do PT

A Dilma se recolheu

Mercadante ficou confuso

Palocci está na espera

É... Ta dura à vida...

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

O melhor de Brasília...

Para quem está fora de Brasília, a percepção que se tem é que a capital federal se alimenta apenas de escândalos, maracutaias e corrupção. No geral, está é a imagem vendida pela grande mídia. Brasília é mais que isto. É diversificação cultural, integração nacional –de gente de todos os rincões-, é Renato Russo, Rosa Passos, Capital Inicial, Porão do Rock, Oswaldo Montenegro, os monumentos e o Lago Paranoá. Uma opção imperdível para quem passar por aqui em final de semana é o passeio de barco pelas águas tranquilas do Lago Paranoá. Quase sempre, o palco flutuante da Barca Brasília presenteia os participantes com shows de artistas locais da melhor qualidade. Além da boa música, ter a oportunidade de contemplar as belas paisagens que margeiam o Lago Paranoá é uma atração à parte. Se estiver por aqui, confira. Vale a pena.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Até na hora de sair faz a diferença

Marina saiu mesmo do PT. Circunstancialmente pode ser bom para o governo. Estrategicamente, pode ser um desastre para o projeto partidário do PT. Até na hora de sair fez a diferença. Tanta, tanta, que o presidente nacional do PT, acredita que “não seria correto depois de tanto diálogo pedir o mandato dela". Marina não sai atirando. Sai reverenciada. Isto sim é que é respeito!

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Teto de Marina pode não ser teto, mas, piso.

No seu Blog o Zé Dirceu atribui a Marina Silva, se for mesmo candidata à Presidência da República, um teto de 3% de desempenho, ao final do processo.

Também afirma que a senadora não será candidata. E se for, diz que terá que sair do PT.

É claro que o PV, provável partido em que a Marina poderá disputar a eleição é uma legenda “caça espaço e composição da vez” - o que não deixa de ser uma contradição para ela enfrentar.

Mas, não dá para subestimar a densidade eleitoral que a Marina tem em vários seguimentos organizados da sociedade.

Portanto, o percentual que a principio ser tido como teto de resultado, poderá se configurar como piso.

Viu, seu Zé! Em política, tudo é possível.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Margaridas em jornada pelos direitos das mulheres

Começou o Grito da Terra

Margarida Alves – Trabalhadora rural e líder sindical, morreu em 12 de agosto de 1983, covardemente assassinada com um tiro no rosto na frente de seu filho de apenas 10 anos de idade. Era presidente do sindicato de Trabalhadores Rurais de Alagoa Grande na Paraíba e lutava contra o poder dos latifundiários na época.

Ednalva Bezerra de Lima - Secretária Nacional sobre a Mulher Trabalhadora – CNMT da CUT, faleceu no dia 10/09/2007, pouco tempo depois de participar em Brasília da Marcha das Margaridas. Estava com meningite meningocócica e não sabia.

A última vez que a vi foi exatamente na preparação da marcha, aqui em Brasília. Deixou-me de presente uma corrente com o símbolo da CNMT e um livro, onde, aliás, sou citada.

O que as duas tinham em comum além de serem mulheres e companheiras de lutas?

Eram paraibanas.

Uma trabalhadora rural. A outra, professora universitária.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Como esquecer?

Com direção de Malu De Martino e produção de Elisa Tolomelli, o filme COMO ESQUECER vai abordar o cotidiano das relações amorosas.

O filme que deve estrear no início de 2010 terá nos papéis principais Ana Paula Arósio e Murilo Rosa, e tratará a homossexualidade como uma opção e não como pano de fundo para tragédias, infelicidades ou universos violentos. Pretende mostrar sem máscaras ou hipocrisia, que em toda relação amorosa, independente de ser hétero ou homo, há sofrimento e prazer.

A produtora afirma que “levar um filme de temática homossexual às telas é estar em total sintonia com o crescente foco de interesse das artes contemporâneas, dando sua contribuição, sem preconceitos, para a construção de uma sociedade mais igualitária”.

Elisa Tolomelli foi produtora executiva filmes Cidade de Deus, Central do Brasil, Lavoura Arcaica e Amores Possíveis, além de produzir Mulheres do Brasil.

Espero que o filme contribua para que a sociedade abra os olhos para esta realidade que quase sempre está tão perto de nós, mas que ainda hoje muitos teimam em não enxergar.

Não como uma opção.

Mas, por respeito às opções.

COMO ESQUECER recebeu o Prêmio PAR – Prêmio Adicional de Renda da Ancine e tem o apoio da Secretaria de Políticas Públicas para a Mulher da Presidência da República – SPM.